Os três Mosqueteiros

Renans terão que absorver no “governo novo”, Qintella, Lessa e Carimbão!

Maurício Quintella ainda trouxe recursos em obras para Alagoas, mas os outros dois trouxeram o quê?

10/10/2018 por Por Raul Rodrigues

O “Governo Novo” dos Imperadores Calheiros – Filho e Pai – os aliados derrotados nas urnas como forma de gratidão pela derrocada da oposição. Dentre eles: Quintella, Lessa e Carimbão. Os aliados das convicções e ideologia da destruição da oposição.

Quintella deverá ser absorvido e cevado para 2020. É a observação deste pobre analista do interior do estado que bem antes das convenções disse em programa de rádio da emissora de rádio Novo Nordeste de Arapiraca como colaborador do ancora João Lucas que Rui Palmeira não seria o candidato ao governo da oposição, e que Marx Beltrão não sobreviveria à marcha para o senado. Acertei as duas previsões. Quintella poder ir para secretaria que trate de infraestrutura ou que dependa do Ministério dos Transportes como forma abrir portas para Alagoas. Os Calheiros não serão personas gratas em Brasília. Pelo menos nos primeiros dois anos.

Lessa de tanto andar ao lado de Ronaldo Lopes – vice-prefeito de Penedo – terminou por cair. Lopes derrubou Lessa de tanto tentar empurrar. Porém, como esteve até indicado para coordenador da campanha de Rena Filho, poderá ir para a articulação política, lembrando antes que na vida quem um dia mandou, com certeza será mandado no futuro. E este vaticínio chegou.

Carimbão terá que agregar secretaria que possa alimentar a ele e ao filho como também os seus projetos de adoção de dependentes químicos – por vezes alimentando votos – ou na assistência social área afim para Givaldo Carimbão.

De certo, Rena Filho e Renan Pai terão que agregar ao governo os novos derrotados das urnas – aqueles que o povo não quis – mesmo que o governador e o senador advindos das mesmas urnas contrariem a vontade da população. 


Fonte: correiodoppovo-al.com.br

Tags: renans terão que absorverem o “governo novo” - qintella - lessa e carimbão!