Redução do grupo

Alexandre Toledo enxerga grupo reduzido pelos votos a Bruno Toledo

Com crise no setor sucroalcooleiro, redução do grupo e disputa quadrupla em Penedo, votação teria que cair.

08/10/2018 por Por Raul Rodrigues

A expectativa sempre gerada em penedo nas eleições estaduais quanto ao cenário político para prefeito dois anos depois, trouxe mais razões e números para a reflexão de Toledo que mesmo pela derrota do senador Biu de Lira e vitória de Renan Calheiros. Isto em se tratando também de quadros políticos dos grupos antagônicos.

A redução de votos de bruno Toledo tem razões de fácil explicação: em Penedo a disputa foi quadripolarizada – polarizada por quatro nomes – sendo eles fortes concorrentes para todos os gostos do eleitorado. Marcelo Beltrão irmão do prefeito, Yvan Beltrão primo de ambos e filho do prefeito de Coruripe com considerável influência na região, Jorginho Seixas petista de carteirinha que unificou em torno do seu nome a imperiosa reação do partido no país ante ao mito Bolsonaro, e Moacyr Andrade Filho – o Bola – rebuscando a importância dos Andrade em Penedo.

Obviamente que todos esses fatores alterariam o quadro final dos votos naturalmente. O que demonstra uma perfeita sintonia entre a queda dos votos de Bruno Toledo que se soma ao atual momento vivido pelas empresas do Grupo Toledo, dentre elas a PAÍSA que se encontra em recuperação judicial. E para se confirmar o som das urnas eletrônicas na conclusão do voto tem que o “faz-me rir” cair junto.

Com o grupo reduzido em tamanho e as dificuldades apresentadas acima, a votação do deputado reeleito, Bruno Toledo, naturalmente teria que cair. 
 


Fonte: correiodoppovo-al.com.br

Tags: alexandre toledo vê grupo reduzido pelos votos a bruno toledo