Penedo sem liderança de fato.

Falta de liderança gera votos por empregos.

Vácuo de lideranças é o desafio para 2020.

06/10/2018 por Por Raul Rodrigues

A maior prova de que em Penedo a palavra LIDERANÇA está caindo no vácuo – vazio ou inexistência de – é o que diz a publicação de pesquisas de intenção de votos sobre os nomes dos mais votados; indicam as pesquisas que Marcelo Beltrão deve sair com a maior votação dos candidatos a deputado estadual, seguido de Moacyr Andrade Filho – Bola – e em terceiro lugar Bruno Toledo, descendo as escadas os demais candidatos seguindo a ordem natural da política, e alguns da politicagem. A compra de votos.

Marcelo Beltrão em respeito ao título da matéria que traduz a realidade mais latente e de possível observação a olho nu pela quantidade de adesivos espalhados por entre contratados e comissionados. Uma compra de votos disfarçada. Legalizada, porém imoral. A justiça eleitoral e a Cível ainda não têm instrumentos capazes de coibir ou punir tais abusos do poder político e econômico. Se eleito terá que provar o porquê de tanto “entusiasmo” ao se dizer o “deputado de Penedo”!

Moacyr Andrade Filho – Bola – ainda consignado pelos nomes de Alcides Andrade e Moacir Andrade, respectivamente avô e pai, pela maior carga de trabalhos realizados pelo maior líder político de Penedo e região, o ex-governador de Alagoas e eterno Governador dos penedenses. Se realmente houver a gratidão e o regaste das benfeitorias e Alcides e Moacir, Bola se transformará na maior surpresa desta eleição em Penedo. Serão votos de gratidão. Se eleito tem que trazer as suas bases da ALE para Penedo.

Bruno Toledo pela liderança de Alexandre Toledo que ainda tem e traz em seu nome uma marca de ex-prefeito por duas vezes e meia, não tendo conseguido ser um deputado federal efetivo em Emendas Parlamentares, pela não continuidade do meio mandato que assumiu. Quem não renova o mandato de deputado federal não consegue efetivar as suas Emendas. E isto é fato! Bruno Toledo sai de uma mescla de gratidão e outras consignações da política. Único eleito em todas as pesquisas de intenção de votos, pode se tornar mais forte em Penedo se dedicar mais tempo e presença à terra que sempre foi ouvida quando dos gritos de Alexandre Toledo.

Pelo descrito acima, concluímos então que Penedo está em estado de insolvência de lideranças. 


Fonte: correiodoppovo-al.com.br

Tags: falta de liderança gera votos por empregos.