Depois da Lava Jato só erra quem quiser

Depuração da classe política tem que ser agora!

Provas encontradas e divulgadas pela imprensa sobre todos os envolvidos nas operações da PF bastam para depuração dos maus políticos

02/10/2018 por Por Raul Rodrigues

A imperiosa depuração da classe política tem que acontecer nestas eleições ou nunca mais iremos ter uma oportunidade tão perfeita para se limpar da política os compradores de votos, os egoístas, os subservientes, os desmoralizados, os novos ricos a custa do sofrimento do povo pela falta de políticas públicas. O que se economiza na saúde, na educação, na segurança e nos desvios dos recursos das obras deixando ruas, casas e praças recém-inauguradas com paredes rachando, pavimentação afundando dentre outras falhas gritantes, enriquece os maus políticos.

As provas contra os contraventores das artimanhas acima descritas estão espalhadas por toda a imprensa por meio da Operação Lava Jato ou pelo aplicativo nos celulares que mostram a vida – na verdade folha corrida – dos senhores candidatos em renovação de mandato ou não. O eleitor não pode se queixar de falta de informação nem de que não está sendo avisado. Os melhores programas de rádio e televisão além das redes sociais estão diariamente disponibilizando o passado de cada político.

Quem compra votos não representa ao povo. Representa aos seus interesses pessoais, se bem que o povo também é coparticipe da engrenagem da corrupção. O triangulo das bermudas do que falta ao povo é montado pelo corruptor, corrupto e o corrompido.

Portanto se o eleitor quiser de fato mudança para o Brasil e para o povo brasileiro basta não repetir votos em corruptos, e substitui-los por sangue novo com passado limpo ou por experientes nomes que passaram pela politica sem deixar maculas ou manchas por sobre o seu currículo. E isto é possível de detectar pelos meios acima oferecidos.
 


Fonte: correiodoppovo-al.com.br

Tags: depuração da classe política tem que ser agora!