Saída de Collor

O que teria levado Fernando Collor à desistência da candidatura?

Só quem ganhou com tal desistência foram os CC - Collor e Calheiros -

17/09/2018 por Por Raul Rodrigues

O candidato ao governo de Alagoas pelo PTC, Fernando Collor de Mello, que entrou na disputa depois de uma “caça cartorária” da oposição por um nome que pudesse empolgar em curtíssimo tempo que permite a lei. Rui Palmeira não aceitou Rodrigo Cunha também não, e o último nome que restou com poder de penetração no eleitorado como um todo foi o de Collor. Busca ao homem.

Consolidada a candidatura com os “apoios” de Rui Palmeira, Biu de Lira, Arthur Lira, Rodrigo Cunha e outras lideranças de expressão, montou-se a chapa com o nome de Kelman como vice-governador na tentativa de unir mais forças junto à oposição. Vereadores de Maceió e candidatos a deputado federal e estadual, além dos candidatos ao senado, Biu de Lira e Rodrigo Cunha. Até aí tudo perfeito. Mas esse povo abandonou Collor rapidinho.

Entretanto se Renan Filho nadava a braçadas, sozinho na caminhada rumo ao governo do estado, com a entrada de Collor a campanha teve que ser redirecionada em todas as vertentes. De ritmo de andanças, a número de cidades a serem visitadas, propaganda oficial triplicada, além de muito mais despesa com tudo. Isto é fato.

Neste contexto, inclua-se o aumento da dificuldade da reeleição de Calheiros que passava a sofrer a pressão da chegada de Biu de Lira que em 2010 bateu a Renan Calheiros em votos. E com uma margem inesperada.

Assim sendo, uma desistência de Fernando Collor só traria economias para o Clã dos Calheiros. E também com enfraquecimento de Biu de Lira na campanha ao senado sem governador, a união do útil ao agradável. Biu perdendo a eleição enfraquece toda a oposição para 2020 e 2022. Seria o desmonte de quem surpreendeu em 2010.

Juntando as três peças do triangulo das bermudas, Calheiros fez desaparecer Collor, Biu e um 2020 folgado para eleger o prefeito de Maceió, e em 2022 para a eleição de Renan Filho rumo à eleição ao senado. E com a desistência de Collor mais peças do tabuleiro do Xadrez político irão cair. Aguardem cartas.

Foi à chamada três em um!


Fonte: correiodoppovo-al.com.br

Tags: o que teria levado fernando collor à desistência da candidatura?