bocas de lobo

Limpeza de bocas de lobo cai no primeiro semestre

14/09/2018 por Thiago Braga

A Prefeitura de São Paulo, sob as gestões João Doria (PSDB) e Bruno Covas (PSDB), reduziu em 31,3% o recolhimento de lixo nas bocas de lobo na capital nos sete primeiros meses de 2018 em comparação com o mesmo período do ano passado.

Segundo dados da Amlurb (Autoridade Municipal de Limpeza Urbana), empresa municipal responsável pela limpeza urbana, de janeiro a julho do ano passado, foram retiradas 6.989 toneladas de detritos nos bueiros da cidade.

Já em 2018, o número caiu para 4.802 toneladas.

Este número corresponde à mesma quantidade de lixo retirado dos bueiros em 2013, primeiro ano da gestão Fernando Haddad (PT).

A Prefeitura de São Paulo, sob gestão Bruno Covas (PSDB), disse em nota "que não houve redução na quilometragem e frequência dos serviços de varrição e retirada de detritos nas bocas de lobo da na cidade de São Paulo".

Afirmou no texto que há uma economia de cerca de 6% em relação ao contrato anterior, sem qualquer alteração no plano de trabalho.

A prefeitura, porém, não explicou a redução de 31,3% na quantidade de detritos recolhidos nas bocas de lobo da capital nem o motivo da redução de 11% na quantia de lixo retirado das ruas da cidade de São Paulo.

Na nota, a gestão Covas afirmou ainda que tem investindo em projetos para incentivar cada vez mais o descarte correto de lixo, como a instalação de papeleiras e revitalização de pontos viciados de descarte irregular em toda a cidade.


Fonte: https://www.agora.uol.com.br

Tags: limpeza de bocas de lobo cai no primeiro semestre