A falência da decência

O suicídio ideológico do PT e dos petistas

Quem defende corruptos de mãos dadas é corrupto também.

11/09/2018 por Por Raul Rodrigues

A cada dia mais o PT – Partido dos Trabalhadores – se arrasta em meio à lama que ele mesmo permitiu construir. Isso tudo em nome dos bons quadros do partido – Lula, Zé Dirceu, João Vaccari Neto, José Genuíno, Delúbio Soares – os mais citados no montante de todas as apurações das operações policiais desde o Mensalão do PT até a Lava Jato, passando pelas operações de menores expressões como a Postalis – rombo nos fundos de pensão dos Correios, como exemplo simplificado.

Hoje em dia defender o PT e seus Petralhas é o mesmo que defender Ali Babá e os Quarenta Ladrões. Mas tem quem o faça. Incluindo o ex-deputado federal Roberto Jefferson delator do Mensalão do PT – réu confesso – de pedido de propina ao representante da diretoria dos Correios com vídeo completo do recebimento do dinheiro. Atualmente defendeu a indicação de sua filha Cristiane Brasil como indicada para Ministra do Trabalho do governo Temer que terminou em mais um escândalo de corrupção. São os algozes em prática do Haraquiri.

Mais repugnante ainda é assistirmos as falácias de petista postulantes a cargos públicos nestas eleições defendendo que a corrupção sistêmica implantada no país faz parte da democracia da política da boa convivência com ladrões reconhecidamente famosos. É a aliança trocada por entre corruptos e corrompidos.

É a desmoralização de “defensores” da ética em nome do próprio umbigo. 

Que Deus salve o Brasil!


Fonte: correiodoppovo-al.com.br

Tags: o suicídio ideológico do pt e dos petistas