Carreata de Collor

Campanha mostra fissuras irreparáveis em Penedo

Com tantas divisões, carreata não pode ser analisada como fraca.

09/09/2018 por Por Raul Rodrigues

Na tarde de sábado, dia 08/09, mostrou o quanto à campanha eleitoral está dividindo famílias e grupos políticos em Alagoas de maneira explicita e sem poder algum de contestação. Basta olharmos para a carreata de Fernando Collor ontem. Cidoca com Collor, Bola com Renan Filho e Biu de Lira sem o filho, Arthur Lira, o que provoca em dias futuros uma nova carreata na cidade. Desta feita com Alexandre Toledo e Cia&ltda.

Por que tem que ser assim? Porque Moacyr Andrade Filho, o Bola, é do Podemos que está com Renan Filho em coligação estadual. Alexandre Toledo e Cia&ltda também não pedem votos para Collor, mas pede para Biu. Pede mesmo? E porque então não estava na carreata? O eleitor fica tonto com tantas presepadas políticas.

Por outro lado Arthur Lira também não estava presente. E por que não estava? Para poder justificar a nova carreata com Biu de Lira e Arthur sem Collor. Aí sim AT e sua trupe se fará presente.

Assim como em outro evento de Renan Filho, Bola se fará presente, e Cidoca não.

Não é muita confusão para uma só eleição?

Na verdade nesta feijoada mineira, os iguais não se misturam a não ser nas listas da Polícia Federal e na Lava jato.



 


Fonte: correiodoppovo-al.com.br

Tags: campanha mostra fissuras irreparáveis em penedo