Assassinato de vereador de Maceió

Assassinato do vereador Silvânio Barbosa está esclarecido, diz delegado.

Ele foi preso no município de Pombal, Sertão paraibano, e confessou à PM que deu 50 facadas no vereador para roubar. Velório e sepultamento aconteceram neste domingo.

09/09/2018 por Cau Rodrigues e Derek Gustavo

O suspeito do assassinato do vereador Silvânio Barbosa (MDB) chegou à sede da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), em Maceió, por volta das 14 horas deste domingo (9) (veja no vídeo acima). Henrique Matheus da Silva Sousa foi preso no interior da Paraíba, e o delegado que investiga o caso, Fábio Costa, disse que o crime está "totalmente esclarecido".

O vereador foi morto a facadas dentro do seu apartamento. O corpo foi encontrado por um assessor dele na manhã de sábado (8), mas, segundo relato do suspeito, o assassinato foi cometido na quinta-feira (6). Sousa ainda disse à polícia que tinha iniciado um relacionamento com o vereador há 15 dias e se aproveitou disso para roubá-lo.

"Iniciamos as investigações aqui, através de provas técnicas e análise de dados. Descobrimos que o suspeito estava na Paraíba, entramos em contato com a Inteligência da Polícia Civil, que entrou em contato com a Inteligência da PM, que fez a prisão", disse o delegado.

A Polícia Militar paraibana informou ao G1 que o suspeito foi abordado no carro que pertencia ao vereador. “Nós demos voz de prisão e ele confessou o crime. Ele teria roubado o carro e matou justamente para fazer o assalto. Ele disse até a quantidade de facadas, foram 50”, explicou o comandante da 3ª Companhia do 14º Batalhão de Polícia Militar, tenente Sávio Cascudo.

Contudo, somente o resultado da necrópsia poderá confirmar o número exato de facadas na vítima.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) agendou uma entrevista coletiva para segunda-feira (10), onde deve passar mais detalhes da investigação.

Além do carro do vereador, que também foi trazido pela Polícia Civil para Maceió, foram apreendidos com o suspeito outros objetos da vítima, como roupas sujas de sangue, oito relógios, dois celulares e cerca de R$ 10 mil em dinheiro.

Nesta manhã, amigos, familiares e admiradores do vereador se emocionaram no velório dele, realizado na quadra do Colégio Fantástico, no Benedito Bentes, em Maceió.

"Espero que a Justiça seja feita", disse Brivaldo Marques, prefeito comunitário do bairro Benedito Bentes e filho adotivo de Silvânio.

O sepultamento foi marcado para o final desta tarde no Memorial Parque Maceió, no mesmo bairro.


Fonte: G1 AL

Tags: assassinato do vereador silvânio barbosa está esclarecido - diz delegado.