Os riscos das desinformações

Redes sociais e a caça aos adversários

Informar ou desinformar? Eis a questão.

17/08/2018 por Por Raul Rodrigues

As redes sociais se tornaram uma das maiores ferramentas para se atingir a objetivos nobres e também aos efeitos nocivos de gente podre ou contaminada pelas defesas dos seus próprios interesses. Como diz Dona Marina minha sogra entenda como quiser.

As armas denominadas de celulares estrão prontas 24 horas por dia para registrarem atitudes de apoio a candidatos – podendo ser contratadas – ou de hostilidade – podendo ser também contratadas – dependendo dos interesses das partes envolvidas. Cito neste momento a filmagem sobre o candidato a governador Fernando Collor ao sir normalmente de um restaurante em Maceió. Alguém filma e um pequeno grupo de pessoas grita “LADRÃO”!

Assim iremos assistir a dezenas, talvez centenas, de atos que aprovam a candidato A ou B em determinados momentos, ou de desaprovação aos mesmos. Tudo isso vai depender de quem esteja no local e os seus interesses.

As mídias sociais atingem a todos os interessados quais antigos rádios-amadores, uma categoria de facionados por comunicação.


Fonte: correiodoppovo-al.com.br

Tags: redes sociais e a caça aos adversários