Vereador José Carlos Vicente - Macaxeira -

Vereador José Carlos Vicente – Macaxeira – explica voto a favor do RPPS

Para o vereador decisões técnicas têm um preço diante do desconhecimento de quem julga

12/03/2018 por Por Raul Rodrigues

O vereador José Carlos Vicente – Macaxeira – em contato ainda no interior da Câmara de Vereadores de Penedo após votação e aprovação do Projeto de Lei – PL – que cria o Regime Próprio de Previdência Social – RPPS – ou Previdência Própria, nos explicava que recebeu o inteiro teor do PL e estudou todo conteúdo minuciosamente, e para tanto ainda foi consultar a uma advogada em Penedo, a Drª. Manuela Barros Freire Vasconcelos, com quem discutiu a miúde detalhes importantes do regime.

Não se dando por satisfeito, o mesmo procurou dirimir as últimas dúvidas com o Procurador Geral do Município, Dr. Francisco Souza Guerra, também conhecido como Dr. Tico, sendo o encontro na residência do próprio vereador, pois não via necessidade de encontros às escondidas para discutir coisas do próprio município. E procurou o maior aplicador das leis de Penedo, além de na qualidade de fundador da Procuradoria do Município, ser considerado por muitos como Pai das Leis de Penedo.

Embasado então em duas opiniões técnicas, Macaxeira pensou então na possibilidade da aprovação do projeto da Previdência Própria, pois também é domínio público dezenas de opiniões a favor da criação do regime próprio de previdência, incluindo de políticos locais que defendem a tese de que o projeto é bom.

Ciente das críticas às quais seria submetido por parte da população, principalmente dos servidores públicos municipal, José Carlos Vicente – Macaxeira – não somente nos repassou tais informações, como também se comprometeu em comparecer ao Programa Penedo Real de apresentação deste redator, para manter contato direto com a população penedense defendendo a sua tese de que o projeto somente será entendido e compreendido por aqueles que precisarem dos benefícios que serão concedidos em futuro muito próximo.

Perguntado por nossa redação se o vereador está ciente de que sua decisão foi decisiva para a aprovação do Projeto de Lei, Macaxeira disse: “só vou discutir críticas se por ventura me trouxerem ofensas pessoais, quanto às críticas ao homem público, desde que entrei para a política que me tornaria alvo de elogios ou críticas”. “Sei bem diferenciar uma crítica justa, dura e verdadeira de um insulto à minha moral e dignidade”! E citou parafraseando ao ex-presidente Fernando Collor, “o tempo é o senhor da razão”.


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: vereador josé carlos vicente – macaxeira – explica voto a favor do rpps