Previdência Própria é aprovada por 8 X 7

Enfim RPPS é votado e aprovado por 8 X 7 com voto de minerva

Como sempre dissemos, voltar matéria à pauta da CVP somente se prefeito tivesse certeza de vitória.

12/03/2018 por Por Raul Rodrigues

O Regime Próprio de Previdência Social – a Previdência Própria – terminou por ser aprovado pela câmara de vereadores de Penedo com votação apertada de 8 X 7 dos quinze vereadores presentes, o que foi uma anormalidade dentro do que prevíamos. Anormalidade decidida de última hora.

Em plenário a votação registrada foi de 7 X 7 sendo necessário o voto de minerva do senhor presidente, o vereador Antônio Figueiredo Barbosa Júnior – Júnior do Tó – que sempre anunciou ser favorável ao projeto de lei em trâmite. A surpresa ficou mesmo por conta do vereador José Carlos Vicente – Macaxeira – que em primeira votação votou contra o projeto, na segunda votação esteve ausente, e nesta terceira convocação – extraordinária – resolveu dar seu voto a favor do projeto, o que já temos as explicações do parlamentar em sua mudança de opinião e votação. Mas estas explicações são tema de uma nova matéria que segue.

Anormalidade durante a votação: foi registrada uma queda de pressão do vereador Edvaldo dos Santos pouco antes do inicio da sessão, fato comunicado aos demais vereadores, e que teve o acompanhamento da médica Drª. Ana Fernanda, o que terminou por permitir a presença do parlamentar na sessão, incluindo durante as duas votações. Edvaldo restabeleceu a normalidade da sua pressão arterial, indo depois para a sua residência sob orientação médica.

A revolta dos servidores foi demonstrada na Praça Barão de Penedo, localizada em frente à sede do Poder Legislativo quando vereadores que votaram contra o projeto fizeram os seus discursos de apoio aos servidores, sendo muitos deles em real interesse na defesa dos servidores. Também usaram da palavra vários funcionários públicos municipais que externaram as suas indignações quanto ao prefeito de Penedo, e à sua forma de fazer política contra a vontade dos mil e oitocentos servidores municipais.

Votos a favor: Bili Marques, Derivan Thomaz, Marcelo Pereira, Mano da Caçamba, Raquel Tavares, Rogério dos Peixoto, José Carlos Vicente – Macaxeira –, e Júnior do Tó que desempatou a votação. Total dos votos, oito votos a favor.

Votos contra: João Lucas, Roberto da Farmácia, Sargento Marival, Fagner Matias, Ernande Pinheiro, Edvaldo dos Santos e Antônio Nelson O. A. Filho, totalizando sete votos.
 


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: enfim rpps é votado e aprovado por 8 x 7 com voto de minerva