Terça, Fevereiro 20, 2018

publicidade

notícias

07.02.2018 - 19:40   por Letícia Sobreira*

Polícia deve começar a ouvir familiares de mulher atropelada em Ponta Verde

Vítima foi tentar salvar seu cão que foi para debaixo da carreta

A delegada Sheila Carvalho, da Delegacia de Acidentes de Trânsito, deve começar a ouvir nesta quinta-feira, os parentes de Jocélia Maria da Conceição, de 54 anos, que morreu após ter sido atropelada de forma trágica por uma carreta, nessa terça-feira (06), na Avenida Álvaro Otacílio, na Praia de Ponta Verde, em Maceió.

A vítima estava passeando com um cão de estimação quando o animal se soltou da coleira e correu para debaixo de uma carreta que estava parada no semáforo.

Em contato com a reportagem do TNH1, a delegada Sheila Carvalho explicou que ainda não tem muitas informações sobre o caso, uma vez que a equipe plantonista foi quem esteve no local do acidente.

“Devido ao horário, o caso foi registrado na Central de Flagrantes, do bairro do Farol, pelo pessoal do plantão”, explicou.

Ainda de acordo com a delegada, os familiares de Jocélia  e um policial militar que teria sido o primeiro a atender a ocorrência devem ser ouvidos.

“O motorista do caminhão foi liberado ainda na noite de ontem. Ao que parece, ele não teria visto a vítima perto da carreta”, ressaltou.

O acidente

Uma mulher morreu, no início da noite desta terça-feira, 6, ao ser atropelada por uma carreta, quando tentava tirar um cão de estimação debaixo do veículo, na Avenida Álvaro Otacílio, orla de Ponta Verde, em Maceió.

Segundo informações do tenente-coronel Aloisio, do 1º BPM, Jocélia Maria da Conceição, de 54 anos, estava passeando com um cão de estimação, quando o animal se soltou da coleira e correu para debaixo de uma carreta que estava parada no semáforo.

Jocélia, que trabalhava como empregada doméstica, teria ido para debaixo do veículo para 'salvar' o cachorro, mas terminou sendo atropelada, quando motorista acelerou a carreta usada para o transporte de açucar.

O motorista da carreta, cuja identidade não foi revelada, chegou a ser ameaçado de espancamento por populares. Ele alegou que não percebeu que a mulher estava embaixo do veículo. O motorista foi levado para prestar depoimento no Complexo de Delegacias Especializadas (Code).

O cãozinho da raça poodle foi resgatado por populares e entregue à família para a qual Jocélia trabalhava.

*Estagiária sob supervisão da editoria


Fonte: tnh1

Tags: polícia deve começar a ouvir familiares de mulher atropelada em ponta verde

comentários

deixe seu comentário

publicidade

facebook

@correiodopovoal

Correio do Povo Alagoas © 2012. Todos os direitos reservados