Forçar a barra é sinônimo de derrota antecipada

Pilar da política nem sempre é respeitado por quem não tem liderança

Se espelhar em situações adversas com líder carismático é sofrer de miopia aguda

09/01/2018 por Por Raul Rodrigues

Um dos pilares da política, seja ela politiqueira de nascença ou não, é ferido quando alguém se intitula de candidato mesmo contra a maioria das opiniões de um grupo. E isto é a prova inconteste da derrota antecipada.

Para alguém ser priorizado como candidato a um cargo eletivo majoritário, necessário se faz que pilares da política sejam respeitados em suas bases mais primárias: a aceitação de uma considerável parcela da população, o apoio explícito de membros do grupo político, e o carisma que consiga mexer no grupo dos indecisos.

Sem esses incrementos naturais de um processo vitorioso o desastre antecipado pode ser avistado por todos que fazem leitura da política. Aliados e adversários.

Assim sendo, quem contraria um desses pilares já começa distribuindo votos do próprio grupo para a oposição – os que pensam em continuar no poder – e uma parte dos que jamais aceitariam a liderança de fracassado líder, para não denomina-lo de pseudo líder.
 


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: pilar da política nem sempre é respeitado por quem não tem liderança

Galeria de fotos