14/11/2017 21:04 por FERNANDO EICHENBERG

Apesar do empate, Paulinho diz que seleção está de parabéns

Nesta terça, time de Tite ficou no 0 a 0 com a Inglaterra, em Wembley

LONDRES - Nem sempre a última impressão é a que fica e muito menos há justiça quando a máxima se confirma. No caso da seleção brasileira, mais produtivo do que ruminar o gosto amargo, é absorver o ensinamento que o empate em 0 a 0 com a Inglaterra, nesta terça-feira, em Wembley, pode trazer neste fim de temporada.

Afinal de contas, Tite ganhou sete meses até a Copa do Mundo para descobrir como sua equipe pode furar retrancas de alto nível, como foi a colocada em prática pelos ingleses. Foram três zagueiros, dois laterais e três volantes entre os 11 que iniciaram o jogo. Uma coisa é enfrentar a defesa fechada das Eliminatórias da América do Sul. A outra é de um europeu campeão do mundo.

— Fizemos um grande jogo. Queríamos uma vitória, mas não foi possível — destacou Paulinho: — Tivemos um volume muito maior. Não conseguimos o gol, mas estamos de parabéns.

De fato, o Brasil teve o domínio da partida. A vantagem de posse de bola foi significativa: 66% para os visitantes, contra 34% do rival. Mas isso poucas vezes se converteu em chances de gol, por mais que os pentacampeões tenham finalizado muito mais — 13 chutes a 4.

Isso porque Neymar e Philippe Coutinho, pouco inspirados e muito afastados da grande área, estiveram apagados. Gabriel Jesus, consequentemente, ficou isolado entre os zagueiros.

As melhores chances do Brasil foram no segundo tempo. Uma com Paulinho, que recebeu na área e chutou no peito de Hart. Outra com Fernandinho, que finalizou de longe uma bola que beliscou o pé da trave antes de ir para a linha de fundo.

A favor da Inglaterra, quase não houve lance de perigo. Mérito também da defesa, bem posicionada, e do goleiro Alisson, atento.

Fernandinho não se esquece de como a seleção brasileira estava desacreditada em meados de 2016, depois da Copa América do Centenário. A guinada veio com a chegada de Tite e é justamente a reação da equipe depois de um ano e meio que o meia do Manchester City ressalta para minimizar a atuação discreta do Brasil no empate com a Inglaterra.

— O ano termina com saldo positivo. Tivemos a vaga bem antecipada nas Eliminatórias. Dois anos atrás estávamos sendo muito cobrada. Demos a volta por cima.

Antes da convocação para a Copa, o Brasil ainda terá dois amistosos ano que vem, contra Rússia e Alemanha. Ainda há a chance de um amistoso no Brasil durante a preparação para o Mundial.


Fonte: OGlobo.com

Tags: apesar do empate - paulinho diz que seleção está de parabéns

correiodopovo-al.com.br © 2012
Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página sem a nossa autorização.