publicidade

notícias

10.11.2017 - 01:29   por Derek Gustavo

Polícia de AL ocupa a cidade de Batalha após assassinato de Neguinho Boiadeiro

Secretário adjunto de Segurança Pública disse que ocupação é por tempo indeterminado. Vereador foi morto nesta quinta (9) logo após sessão na Câmara.

Secretário adjunto de Segurança Pública, Acácio Júnior, determinou a ocupação policial, por tempo indeterminado, da cidade de Batalha, após o assassinato do vereador Adelmo Rodrigues de Melo, o "Neguinho Boiadeiro" (PSD) nesta quinta-feira (9).

O vereador foi morto durante a tarde após sair de uma sessão na Câmara de Vereadores. Outras duas pessoas, um policial civil e o filho de um ex-prefeito do município, integrante de uma família rival da vítima, também ficaram feridas.

Acácio Júnior disse também, em entrevista a uma emissora da TV local, que as polícias Civil e Militar realizarão abordagens na cidade para identificar possíveis suspeitos e levantar informações que possam ajudar a localizar os suspeitos de cometer o crime.

Ainda segundo o secretário adjunto, o delegado Cícero Lima, diretor de Polícia da região do Sertão, ficará a cargo das investigações. A polícia já tem informações sobre os atiradores, mas até o momento ninguém foi preso. A motivação do crime ainda é desconhecida.

Vereador de Batalha é morto a tiros após sair de sessão na Câmara Municipal

Crime

Em entrevista ao G1, o delegado Rômulo Monteiro, da delegacia de Batalha, disse que um policial civil identificado como Joaquim Pirauá estava dentro do carro com Neguinho e também foi baleado. Ele foi encaminhado para a Unidade de Emergência do Agreste, em Arapiraca.

"Duas pessoas atiraram, mataram o Neguinho e atingiram o policial, os dois estavam dentro do carro. Algumas testemunhas já estão sendo ouvidas na delegacia. Estamos trabalhando e a situação já está sob controle", completou o delegado.

Monteiro ainda disse que depois que o filho de Neguinho Boiadeiro soube da morte do pai, saiu às ruas em busca de um possível suspeito. Ele tentou matar Zé Emílio, que é filho do ex-prefeito de Batalha José Miguel. Emílio foi atingido por um tiro no ombro e foi encaminhado por um helicóptero da Força Tarefa para o hospital de Arapiraca.


Fonte: G1 AL

Tags: rixa familiar histórica pode ter motivado crimes ocorridos nesta quinta em batalha

comentários

deixe seu comentário

publicidade

facebook

@correiodopovoal

Correio do Povo Alagoas © 2012. Todos os direitos reservados