publicidade

notícias

11.09.2017 - 17:00   por Por Raul Rodrigues

O que estaria por trás de tanta força para se aprovar a Previdência Própria?

Prefeito Március beltrão nunca se dignou a prestar esclarecimentos ao universo dos servidores. Sempre mandou emissários.

Algumas ações políticas provocam uma análise e posterior discussão dos por quês de um prefeito envidar tantos esforços e desgastes para aprovar leis que vão de encontro aos anseios populares, e justamente quando o próprio prefeito não goza da alta popularidade entre os eleitores que o elegeram, e rejeição ainda maior dos que votaram contra o mesmo. São casos que só a política explica.

Contudo a pergunta que não cala em Penedo é o porquê de o senhor prefeito impor a aprovação do Projeto de Lei que cria o Regime Próprio de Previdência Social – RPPS – quando toda a população de servidores é contra e luta para que isto não aconteça. O que há por trás de tal decisão monocrática e impositiva?

Os mais experientes observadores da política local tentam interpretar o pensamento de Március Beltrão, mas todos batem no mesmo travessão: o que estria por trás de tanta imposição?

Alguns tecem linhas de raciocínio, entretanto não se chega a lugar algum. Seria muita presunção imaginar que seria o futuro uso dos valores acumulados após arrecadação de alguns anos como se fez com os fundos de pensões das grandes empresas do Brasil. Os fundos de pensões da Petrobras, dos Correios, do Banco do Brasil, e alguns outros tiveram montantes assustadores saqueados com a aquiescência do governo federal durante os governos Lula e Dilma, e a conta está sendo rateada em meio aos servidores. Isto é fato!

O MP veicula vinheta em emissoras de rádio – inclusive local – denunciando os desmandos operacionalizados nas Previdências Próprias criadas em outros municípios, no prazo de dois anos cuja monta chega a R$ 28.000.000,00(vinte e oito milhões de reais), e mesmo assim o prefeito de Penedo insiste em tal aprovação. E que irá aprovar por força de lei aprovada pelos senhores vereadores.

É a luta in glória dos milhares de servidores contra o poder do poderoso.

Pelo menos é o que se desenha em Penedo.


Fonte: correiodopovo-al.com.br

Tags: o que estaria por trás de tanta força para se aprovar a previdência própria?

comentários

deixe seu comentário

publicidade

facebook

@correiodopovoal

Correio do Povo Alagoas © 2012. Todos os direitos reservados