publicidade

notícias

02.09.2017 - 10:00   por JOÃO SORIMA NETO

Negociada por R$ 15 bi, Eldorado é terceira empresa vendida por J&F

Grupo brasileiro já passou adiante Alpargatas e Vigor, em plano de desinvestimento

SÃO PAULO - O grupo J&F, controlado pelos irmãos Wesley e Joesley Batista, anunciou neste sábado a venda de Eldorado Celulose para o Grupo Paper Excellence. O valor total da transação é de R$ 15 bilhões, mas o negócio só será concluído, com transferência de 100% das ações da Eldorado para a Paper Excellence, nos próximos 12 meses. É a terceira empresa do grupo vendida, depois da Alpargatas e da Vigor.

A Paper Excellence tem uma conexão familiar com o grupo indonésio Asia Pulp and Paper (APP), que também atua no segmento de celulose e foi apontado como um dos interessados na Eldorado. A empresa pertence a Jackson Widjaja, que é filho de Teguh Widjaja, presidente do Sinar Mas Group e controlador da APP. Portanto, as duas empresas pertencem à mesma família.

Embora o próprio Jackson Widjaja diga que a Paper Excellence não é uma subsidiária da APP, a empresa vende sua celulose para a APP. Procurada pelo GLOBO, há duas semanas a APP informou que não estava comprando a Eldorado, mas confirmou que o Brasil estava no radar de possíveis investimentos.

MAIOR PRODUTORA DE CELULOSE DO CANADÁ

Segundo a nota divulgada pelas duas empresas, o Grupo Paper Excellence tem sede na Holanda e produz 2,3 milhões de toneladas de celulose por ano. Começou a operar em 2007 e sua primeira fábrica de celulose foi montada em Meadow Lake, no Canadá. Desde então, vem crescendo por meio da aquisição de fábricas de celulose no Canadá e na Europa, diz a nota.

Atualmente, a companhia é a maior produtora de celulose no Canadá, onde possui cinco fábricas (Howe Sound P&P, Mackenzie, Meadow Lake, Northern Pulp e Skookumchuck). O grupo também tem duas fábricas na França (Fiber Excellence Saint Gaudens e Fiber Excellence Tarascon).

O negócio inclui a dívida de cerca de R$ 8 bilhões da Eldorado. Como a J&F possui 81% da Eldorado, ao final da transação os Batista devem receber cerca de R$ 6 bilhões.

O Grupo J&F iniciou um programa de venda de ativos depois da delação premiada de seus controladores. O grupo também assinou um acordo de leniência com o Ministério Público Federal (MPF), que prevê o pagamento de multa de R$ 10,3 bilhões. O desinvestimento tem como objetivo fazer frente ao pagamento desta multa. A Alpargatas foi vendida à Itaúsa ao grupo Cambuhy, por R$ 3,5 bilhões, e Vigor foi comprada pelos mexicanos da Lala, por R$5,7 bilhões.

De acordo com comunicado conjunto divulgado nesta manhã, “as duas empresas manifestam satisfação com a conclusão das negociações, que atenderam aos interesses das partes”.

Segundo a nota, a Paper Excellence mantém a estratégia de expandir sua operação e sempre teve o Brasil no radar por ser um país com uma posição diferenciada no cenário global de produção do setor.“A Eldorado, que produz cerca de 1,7 milhão de toneladas de celulose de eucalipto por ano, é uma aquisição importante para o Grupo Paper Excellence porque inclui no seu portfolio ativos de produção de celulose de eucalipto”, diz a nota conjunta.


Fonte: OGlobo.com

Tags: negociada por r$ 15 bi - eldorado é terceira empresa vendida por j&f

comentários

deixe seu comentário

publicidade

facebook

@correiodopovoal

Correio do Povo Alagoas © 2012. Todos os direitos reservados