publicidade

Publicidade

notícias

30.07.2017 - 10:06   por Emerson Vicente

Família é essencial para ajudar a detectar e a tratar depressão

Bastante tristeza e falta de ânimo são características da depressão

Quem convive com uma pessoa que tem depressão tem que entender a doença para poder ajudar o paciente a sair desse quadro. Um parente, a namorada, o marido e até um amigo próximo podem ajudar a detectar e a tratar a depressão.

"Alguns sintomas são bem evidentes, como bastante tristeza, falta de ânimo. Coisas que a família, a namorada, o marido podem perceber na pessoa e começar a suspeitar", diz o psicólogo Yuri Busin, diretor do Centro de Atenção à Saúde Mental.

Saber o que falar com a pessoa, não a deixar isolada e conversar com o médico sobre as formas de tratamento são algumas ações que as pessoas próximas ao paciente podem fazer.

Às vezes, algumas frases que parecem ajudar acabam atrapalhando ainda mais.

"A primeira recomendação é sentar e conversar com essa pessoa para ver o que está acontecendo. Não falar frases como 'você não é assim', 'você precisa levantar'. Isso só faz a pessoa piorar. Não é porque ela não quer, é porque não consegue", diz a psicóloga Ghina Machado, da clínica Estar Saúde Mental.


Fonte: agora.uol.com.br

Tags: família é essencial para ajudar a detectar e a tratar depressão

comentários

deixe seu comentário

publicidade

facebook

@correiodopovoal

Correio do Povo Alagoas © 2012. Todos os direitos reservados