Sábado, Setembro 23, 2017

publicidade

Publicidade

notícias

14.05.2017 - 18:19   por Redação

Mega-ataque hacker pode causar mais estragos durante a semana

Sistemas permanecem conectados à Internet

LONDRES - Após o ataque cibernético ocorrido na última sexta-feira, que atingiu pelo menos 200 mil alvos em 150 países ao redor do mundo, mais de 1,3 milhão de computadores ainda permanecem vulneráveis à infecção implementada, apesar dos urgentes apelos de autoridades da lei e de segurança para que organizações lidem com esse brecha de segurança.

Os números foram divulgados pelo site inteligência cibernética Digital Shadowsl, que explicou que esses computadores ainda estão conectados à Internet, mesmo tendo uma vulnerabilidade em seus protocolos de compartilhamento de arquivos, do software do Windows.

Mais cedo, o diretor da Europol, Rob Wainwright, afirmou que o vírus do tipo "ransomware", que explora essa fraqueza e bloqueia os arquivos até o pagamento de um resgate, foi usado em combinação com "uma funcionalidade de worms" para que a infecção se espalhasse automaticamente.

— O alcance global é sem precedentes. A última contagem está acima das 200 mil vítimas em pelo menos 150 países, e muitas dessas vítimas são empresas, incluindo grandes corporações — disse Wainwright em entrevista ao canal britânico ITV.

Na sexta-feira, o ataque paralisou hospitais, interrompeu redes de transporte e imobilizou negócios de ao menos 200 mil avos ao redor do mundo, conforme informou a Europol, neste domingo.


Fonte: OGlobo.com-agências internacionais

Tags: mega-ataque hacker pode causar mais estragos durante a semana

comentários

deixe seu comentário

publicidade

facebook

@correiodopovoal

Correio do Povo Alagoas © 2012. Todos os direitos reservados