publicidade

Publicidade

notícias

21.04.2017 - 12:21   por Redação

Lula pediu para destruir provas, afirma empresário

Provas contra o PT

O empresário Léo Pinheiro, sócio da construtora OAS, disse em audiência que o ex-presidente Lula pediu a ele em 2014 para destruir provas sobre pagamento de propinas para o PT.

Segundo Pinheiro, Lula e ele discutiram sobre propina em maio de 2014, dois meses depois que a Operação Lava Jato ter sido iniciada.

Lula teria perguntado se a OAS pagava propina ao PT no Brasil ou no exterior, segundo o relato feito pelo empreiteiro.

Léo respondeu que pagava no Brasil.

Resposta
A defesa de Lula chamou de mentirosa a declaração e alega que a acusação foi combinada por procuradores em troca da delação.

"A versão fabricada de Pinheiro foi a ponto de criar um diálogo –não presenciado por ninguém– no qual Lula teria dado a fantasiosa e absurda orientação de destruição de provas sobre contribuições de campanha, tema que o próprio depoente reconheceu não ser objeto das conversas que mantinha com o ex-presidente", diz nota.

Segundo os advogados, dizer que Lula é dono do tríplex "é incompatível com documentos da empresa" e o empresário "foi claramente incumbido de criar uma narrativa que sustentasse ser Lula o proprietário".


Fonte: agora.uol.com.br-FSP

Tags: lula pediu para destruir provas - afirma empresário

comentários

deixe seu comentário

publicidade

facebook

@correiodopovoal

Correio do Povo Alagoas © 2012. Todos os direitos reservados