Cineminha

Dilma Rousseff convida ministros para ver filme no Palácio da Alvorada

No Palácio da Alvorada

19/10/2013 por Daniela Garcia

A presidente Dilma marcou uma sessão de cinema, às 19h, nesta sexta-feira (18/10) para alguns ministros e amigos, no Palácio da Alvorada, em Brasília. Marta Suplicy (Cultura), José Eduardo Cardozo (Justiça), Helena Chagas (Comunicação), Aloizio Mercadante (Educação), Tereza Campello (Desenvolvimento Social e Combate à Fome) e Gilberto Carvalho (Secretaria Geral da Presidência) foram os ministros que confirmaram presença.

"O dia que durou 21 anos" é um documentário que mostra a influência dos Estados Unidos na ditadura do Brasil. O filme é dirigido por Camilo Tavares, filho de Flávio Tavares, que participou de um grupo comunista na época da ditadura. Ele foi um dos presos políticos trocados no momento do sequestro do embaixador americano, assim como José Dirceu.

Antes do filme a reportagem do Correio Braziliense conversou com Vera Paiva, filha do ex-deputado Rubens Paiva desaparecido na ditadura. "Fiquei alegre com o convite, ainda mais com o contexto do filme. É uma historia que ainda se repete. O Amarildo (ajudante de pedreiro que desapareceu no Rio de Janeiro) era um pai que tinha seis filhos e sumiu. O meu (Rubens Paiva) era um engenheiro com cinco filhos e também desapareceu", desabafou. Após o término da sessão, Dilma deve conversar com os convidados e amigos.


Fonte: Correio Braziliense