tecnologia

Sem o registro oficial

Seria o fim do Chinguiling?

13/11/2012 por Juliano Moreira

 A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) pretende apertar o cerco contra o comércio pirata de celular e programa, para 2013, a implantação de um sistema que deverá restringir o uso de aparelhos sem registro.

Na prática, o seu funcionamento seria da seguinte forma: ao inserir um chip, seja ele novo ou usado, em um telefone pirata comprado em 2013, o consumidor ficaria impossibilitado de realizar chamadas e teria o aparelho bloqueado para fazer novas ligações, até mesmo se colocar outro chip.

Segundo a Sinditelebrasil, que representa as operadoras de telefonia, a identificação "anti-pirataria" é possível por conta de um código, que funciona como uma espécie de rastreador, inserido no próprio aparelho, o Imei.


Fonte: Agora São Paulo