Promessa de medalha de ouro

Favorito em uma só prova, Cielo estreia nos Jogos

29/07/2012 por Redação

Raia quatro, todos os olhares voltados para você, favoritismo, adversários intimidados. É nessa posição que Cesar Cielo se sente confortável. Em sua jornada nos Jogos de Londres, o campeão olímpico viverá essa sensação nos 50 m livre, na quinta-feira.

Mas, nas outras provas que deve nadar na piscina londrina, Cielo irá enfrentar uma situação desconfortável. Tanto ele não é o número um, como seus adversários se mostram em melhor fase.

O melhor nadador do país não cairá na água para a eliminatória do 4 x 100 m livre, às 7h56 (de Brasília).
Mas, se o time avançar à final, estará em seus ombros o peso de levar o revezamento ao pódio. Meta difícil. A disputa da medalha é às 17h.

Pelo que ele tem feito nos treinos, está se sentido veloz. E, quando ele se sente veloz, se sente poderoso. Fica mais confortável, ajuda no lado psicológico, declarou o treinador do brasileiro, Alberto Silva, o Albertinho.

Na madrugada de terça, Cielo inicia outro desafio incômodo. Tem que encarar o australiano James Magnussen e os 100 m livre, disputa em que amargou maus resultados nos últimos dois anos, após ser campeão mundial e quebrar o recorde dessa prova na temporada de 2009.

O brasileiro tem o sétimo melhor tempo do ano (48s28). Seu rival é o mais veloz da temporada, com 47s10.
A gente tem que pensar que todos os nossos adversários vão entrar para fazer a melhor prova de suas vidas, e acho que já é uma forma de começar perdendo torcer para alguém ter um desempenho ruim, afirmou Cielo.

Desde que chegou a Londres, ele se fechou. Deu só uma entrevista e fez treinos sem a a imprensa no Crystal Palace, o quartel-general do Brasil, e também no Centro dos Esportes Aquáticos. Nada de conversas ou fotos.
Descanso para mim é paranoia. No dia da prova, atrás do bloco é hora de pular, bater no corpo e despertar. Neste domingo, Cielo começa a acordar para a Olimpíada.
 


Fonte: Folha On Line